Controlo de Pragas & Desinfestações

Definições dos Serviços

 

Controlo de Pragas Tipo I

 

Serviço que implica visitas periódicas às instalações do cliente Critical Safety por técnico habilitado, com duração máxima de 45m.

 

Nestas visitas, são explicados factos relacionados com os procedimentos preventivos, no que diz respeito ao controlo de pragas.

 

Além da prevenção, é efetuada uma higienização e a monitorização de roedores. Este serviço está limitado a áreas inferiores a 100m2, com a colocação de 4 caixas rateiras e os respetivos iscos;.

 

Controlo de Pragas Tipo II

 

Serviço que implica visitas periódicas às instalações do cliente Critical Safety por técnico habilitado, e não considera uma duração máxima.

 

Nestas visitas, são explicados factos relacionados com os procedimentos preventivos no que diz respeito ao controlo de pragas.

 

Além da prevenção, é efetuada uma higienização, desinfestação e monitorização de pragas, sendo que o cliente Critical Safety liquidará os valores relacionados com o serviço, sendo que, “apenas” a deslocação, os relatórios, fichas técnica, fichas de segurança, bem como os certificados, estão incluídos nos preços praticados.

 

Este serviço não está limitado a áreas inferiores a 100m2.

 

Desinfestação

 

Na indústria alimentar, é necessário garantir que os alimentos consumidos estão livres de perigos. Desinfestar significa eliminar qualquer praga que possa por em causa a saúde pública.

 

Este serviço não é previamente contratualizado, é realizado após deteção e informação fornecida pelo cliente Critical Safety, e as visitas a realizar, serão as necessárias.

 

Limpeza & Manutenção

 

Considerando a necessidade de garantir a saúde pública, a limpeza das instalações deve ser assegurada. Nos casos em que o cliente não tiver disponibilidade, falta de meios, ou nos casos em que são necessários equipamentos especiais, a Critical Safety pode assegurar essa tarefa.

 

Como parte integrante, a Critical Safety também pode assegurar a manutenção dos equipamentos e/ou substituição de peças, nomeadamente inseto caçadores, esgotos, canalizações, barreiras de segurança, chaminés e tubagens, etc.

Quais as razões para trabalhar com a Critical Safety?

 

Não temos e não queremos litígios com os clientes. Somos honestos;

Somos responsáveis. Estamos presentes e atendemos sempre os nossos clientes;

 

Quando dizemos que somos especialistas, afirmamos que a nossa equipa é 100% licenciada e formada para o desempenho das funções;

 

Aceitamos críticas e reclamações, como oportunidade de melhoria. Comprometemo-nos e assumimos as responsabilidades;

 

Não queremos crescer em quantidade de clientes, mas sim na qualidade dos serviços prestados;

 

Somos inovadores e sabemos agradecer;

 

Somos informados e investimos no capital humano. Não negligenciamos o futuro;

 

Mantemos as nossas contas em dia. Somos cumpridores e respeitamos a lei;

 

Somos humildes. A nossa equipa é formada por pessoas de trabalho e escolhida por entre centenas de candidatos;

 

Procuramos conhecer bem os nossos clientes e honramos as nossas promessas;

 

Valorizamos a relação, antes do negócio. Medimos a satisfação dos nossos clientes;

 

Estamos presentes, depois da venda dos nossos produtos ou serviços;

 

Pensamos em grande, mas damos passos muito pequenos;

Em termos de serviço (e também financeiros), não é aconselhável o serviço de Controlo de Pragas Tipo I, sempre que existirem infestações. A existência de infestações no serviço de Controlo de Pragas Tipo I, pode implicar o serviço de desinfestação.

Produtos Aplicados

Prestação do Serviço (TIPO)

TIPO I

TIPO II

DESINFESTAÇÃO

4 Caixas de Monitorização

(CORAL / ALPHA / PETIT)

 

Aplicação de Mircrosin (40 m2)

Aplicação de todos os produtos necessários.

Aplicação de todos os produtos necessários.

Dosagem dos Produtos

REFERÊNCIA

Local sem Risco

Infestação Moderada

Infestação Severa

Ratron 3G

-

-

1

Ratron Bloco

-

-

1

TALON

-

1

-

Talon Soft

-

-

1

Micetec Bloco

-

1

-

MICETEC

1

-

-

RATRON

1

-

-

Goliath Gel

-

2 / m2

3 / m2

FORMIDOR

-

-

1 / 30 cm

FENDONA

-

-

5 ml / L

MICROSIN

10 ml / L

10 ml / L

-

Aplicação de Produtos

-

MOSCAS

MOSQUITOS

BARATAS

Rato Doméstico

RATAZANAS

FORMIGAS

PULGAS

Spray Inseticida

x

x

 

 

 

 

 

Inseto - Caçador

x

x

 

 

 

 

 

Ratron 3G

 

 

 

x

 

 

 

Ratron Bloco

 

 

 

 

x

 

 

TALON

 

 

 

x

 

 

 

Talon Soft

 

 

 

x

 

 

 

Micetec Bloco

 

 

 

 

x

 

 

MICETEC

 

 

 

x

 

 

 

RATRON

 

 

 

x

 

 

 

Goliath Gel

 

 

x

 

 

 

 

FORMIDOR

 

 

 

 

 

x

 

FENDONA

x

x

x

 

 

 

x

MICROSIN

x

x

x

 

 

 

x

Procedimentos de Trabalho

Os serviços da Critical Safety, fazem a previa marcação da visita técnica com o seu cliente. Na data e hora marcada, os serviços técnicos estarão presentes nas instalações do cliente.

 

Os técnicos da Critical Safety começam por examinar o local a tratar, no sentido de identificar os produtos ou equipamentos a aplicar. Em função do local, do grau de infestação, condições, disponibilidade e acordo com o cliente, executam-se as seguintes tarefas:

 

Na hora de selecionar um produto, há que ter em conta alguns critérios básicos.

 

A formulação (Cereal, Isco fresco, Bloco ou Liquido) e a matéria activa (Bromadialona, Difenacume, Brodifacume) escolhida, deve ser adequada para a situação que pretendemos controlar.

 

Devemos escolher a formulação do raticida que seja mais apetecível, para o roedor num determinado local, tendo em conta a competência alimentar, e que a mesma se mantenha estável durante o tempo suficiente, sem perder as suas propriedades.

 

Em regra geral, o cereal, é aplicado preferencialmente em lugares secos sem comida alternativa. As aplicações de blocos, utilizam-se vulgarmente em ambientes húmidos e em exterior. Os iscos frescos apresentam vantagens consideráveis nos locais onde a competição alimentar seja elevada, devido á quantidade e variedade de alimentos alternativos que possa existir.

 

Nos lugares em que não exista água nas proximidades, ou que a mesma não seja muito evidente, pode-se aplicar raticidas líquidos, ainda que os iscos frescos, também possam apresentar um bom resultado.

Como escolher o raticida adequado?

Nos estabelecimentos comerciais ou habitacionais, podem surgir outro tipo de pragas.

 

Os percevejos, bichinho de prata, aves, térmitas, caruncho, processionária do pinheiro, abelhas, bespas, traças, entre outras, são alguns exemplos. Estas pragas não estão contempladas no presente catálogo de serviços, mas a Critical Safety estará apta a efetuar a sua eliminação (nas condições legais admissíveis) e em colaboração com o cliente (medias preventivas e corretivas).

 

A Critical Safety tem experiência em todos os segmentos do mercado, em combinação com a experiencia e pesquisa no desenvolvimento dos melhores protocolos, para solucionar quaisquer tipos de problemas com pragas.

 

A gestão integrada de pragas (GIP), é a metodologia usada pela Critical Safety, para determinar o tipo de tratamento mais adequado, adotando procedimentos mecânicos, sanitários, químicos e biológicos, em conjunto com a prevenção e formação dos nossos clientes.

 

As imagens no presente catálogo podem não corresponder à realidade, considerando a possibilidade de alteração do produto.

 

Os preços praticados podem sofrer alterações, nos termos das condições gerais de prestação de serviços da Critical Safety.

 

Existem outros produtos que não estão presentes no presente catálogo.

 

*(1) Ver catálogo dos inseto caçadores.

Para consultar a descrição sobre pragas, por favor continue na leitura da presente página!

Quem nos conhece... Confia!

252 082 908

914 181 603

Rua do Areal, 412 | Armazéns Traseiras A | 4780 - 262 Couto (S. Miguel)

Email: geral@criticalsafety.pt | www.criticalsafety.pt | egestao.foruns.com.pt

FORMIGAS

As formigas apresentam uma metamorfose completa: ovo, larva, pupa e adulto. São insectos sociais e as colónias têm 3 castas distintas: obreiras, rainhas e machos.

 

As obreiras são fêmeas, nunca tem asas e podem viver até 7 anos. Ainda que tipicamente possamos pensar que são estéreis, as obreiras de várias espécies depositam ovos que se desenvolvem como machos ou são utilizados pela colónia como alimento (ovos tróficos). As obreiras podem ser monomórficas, quer dizer que são do mesmo tamanho e forma, ou bem polimórficas, quando são de diferentes formas e variam no tamanho. As obreiras mais pequenas, denominam-se menores, as maiores denominam-se maiores ou "soldados” e as que tem tamanho intermédio denominam-se intermédias ou médias. As obreiras realizam todo o trabalho na colónia, incluindo a obtenção de alimento, o cuidar das formigas mais jovens e o crescimento do formigueiro.

 

As rainhas, são as maiores formigas de uma colónia, tem a função de estabelecer novas colónias e depositar ovos férteis. Uma vez inseminadas, as rainhas podem depositar ovos férteis pelo resto da sua vida que pode durar 15 anos. Na maioria das espécies, uma colónia pode ter fêmeas funcionais ou rainhas, mas uma só rainha fundadora.

 

Nas espécies mais comuns, as fêmeas virgens tem asas e as fêmeas que arranjaram um par arrancam as suas asas. O macho normalmente está entre o tamanho da obreira e da rainha e a sua única função é a de inseminar a rainha. Geralmente as reprodutoras só se geram em colónias muito grandes ou antigas. Os machos morrem passado 2 semanas depois de fecundar a rainha. Para uma espécie particular, se as fêmeas são aladas, os machos também são alados e conservam as usas asas até á sua morte.

 

As novas colónias de formigas criam-se em diferentes momentos do ano, dependendo de cada espécie. Os enxames (alados reprodutores) normalmente saem dos ninhos, formam um par e as rainhas inseminadas arrancam as asas mastigando-as iniciando assim uma nova colónia num habitat conveniente. No entanto, a formiga Argentina e a Faraó e os seus reprodutores alados, não produzem nenhum exame externo, formando um par no interior do ninho e dando origem a novas colónias. Todas as colónias de uma espécie particular tendem a enxamear ao mesmo tempo dentro de uma área determinada.

 

As formigas adultas, obreiras e reprodutoras, não consomem alimentos sólidos. Alimentam-se unicamente dos líquidos que podem armazenar no seu estômago. As obreiras podem regurgitar uma diminuta gota de líquido a uma formiga companheira, quando estas solicitam por meio de palpitações ou golpezinhos nas antenas. As larvas alimentam-se de comida pré-digerida ou regurgitada. As larvas podem transformar alimentos sólidos em forma líquida.

 

Fonte: BASF

 

 

Para o controlo de formigas recomendamos: FOURMIDOR

 

O Fourmidor que é um insecticida pronto a utilizar contendo 0,05 % de fipronil, para o controlo de formigas dentro e em redor de instalações domésticas e industriais.

 

Produto de alta potência comprovada, para efeitos consistentes e duradouros.

 

Explora o comportamento natural das colónias de formigas para garantir um controlo rápido e total de toda a colónia.

 

É rápido, fácil e seguro de aplicar a partir da embalagem, para um tratamento mais rentável e ambientalmente responsável.

PERCEVEJOS

Poucas pragas colocam problemas de controlo tão complexos como os percevejos da cama.

 

Difíceis de localizar, persistentes e cada vez mais invasivos, os percevejos da cama requerem uma experiência profissional considerável, e muita colaboração por parte do cliente para eliminá-los.

 

Ainda que os quartos sejam os locais onde se registam a maioria das infestações, a capacidade dos percevejos da cama em deslocarem-se e viajarem grandes distâncias, em especial sobre a roupa, bagagem e móveis; faz com que possam encontrar um elevado espectro de locais para se instalarem – incluindo escritórios, escolas, lojas, cinemas e transportes públicos.

 

Os problemas mencionados, fazem com que seja especialmente importante combater os percevejos da cama com uma estratégia adequada de Controlo de Pragas Integrado, combinando métodos químicos e não químicos acreditados.

 

Para um controlo eficaz, é necessário um tratamento a fundo de todas as zonas infestadas.

 

Importante: Não devem ser aplicados inseticidas na roupa de cama, ou noutros objetos em tecido, tais como almofadas, cabeceiras de cama acolchoadas, cortinados, forros de cadeiras e sofás, etc.

 

Sempre que possível, devem introduzir-se estes objetos em sacos de plástico hermeticamente fechados, e levá-los para lavar e secar a alta temperatura. Se não for possível, podem aplicar-se tratamentos no local com inseticidas não residuais ou, em alguns casos, desfazer-se dos objetos.

 

Também não devem ser pulverizados inseticidas nas condutas de ar condicionado ou superfícies quentes.

 

Um dos produtos que utilizamos para o tratamento de percevejos é o Fendona 6 SC:

 

O produto FENDONA 6 SC é considerado um excelente inseticida porque combina a ação imediata, com um efeito residual duradouro.

 

Contém 60 g/l de alfa-cipermetrina de elevada qualidade, que permite combater uma grande variedade de pragas de insetos voadores ou rastejantes (moscas, pulgas, percevejos, baratas, formigas, etc.), tanto por contacto como por ingestão, conseguindo uma eficácia elevada utilizando doses reduzidas.

 

A sua formulação avançada como concentrado em suspensão, garante uma cobertura uniforme das superfícies, e uma excelente aderência em superfícies difíceis, sem que se verifique uma absorção excessiva do princípio ativo, e destaca-se de outros inseticidas pela sua elevada eficácia e estabilidade, graças à sua formulação avançada de partículas cristalinas microscópicas, o que permite indicar que a sua ação residual é de cerca de 3 meses na maioria dos ambientes.

 

O produto FENDONA 6 SC é um produto fácil e rápido de aplicar, apresentando um perfil ambiental, que o torna especialmente indicado para o controlo de insetos em locais sensíveis. É inodoro, não mancha, e tem um grau de toxicidade baixo para as pessoas e outros animais de sangue quente.

 

Boas práticas no controlo de Percevejos

 

Todas as zonas de refúgio devem ser pulverizadas seguindo estritamente as instruções do rótulo. Em especial nos quartos de dormir:

 

Todos os quadros e outros objetos pendurados na parede devem ser retirados para tratar a fundo todas as fendas e gretas;

 

Devem extrair-se as gavetas para um acesso fácil a todas as gretas e fendas assim como às guias e os suportes das gavetas. Também devem tratar-se as partes inferiores;

 

Devem separar-se ou desmontar-se as cabeceiras da parede, para permitir o tratamento a fundo das fendas, gretas e buracos que tenham ou que existam atrás;

 

Deve tratar-se minuciosamente costuras, botões, rugas, etc. dos colchões. Recomenda-se a aspiração geral ou tratamento com inseticidas não residuais;

 

O estrado e a plataforma da cama devem ser levantados para tratar a fundo todos os lados, incluindo a parte inferior e as zonas internas;

 

Inspecionar os móveis estofados e tratá-los da mesma forma que as camas e colchões, prestando especial atenção a todas as costuras e pregas assim como também aos pés ou os forros contra o pó da parte de baixo;

 

Devem examinar-se atentamente e tratar as rodas e pés de todos os móveis;

 

Descolar a alcatifa da parede, para tratar os buracos existentes debaixo dos rodapés;

 

Tratar os rodapés, especialmente as zonas escuras e escondidas atrás da cama ou de outros móveis. No tratamento devem ser incluídas todas as juntas que não estejam bem coladas à parede, tanto na parte superior como na parte inferior, e também as que não estejam bem coladas entre si;

 

Retirar as cortinas das janelas e aplicar um tratamento à parte (limpar a seco ou a vapor);

 

Os acessórios de parede, como por exemplo candeeiros, devem retirar-se da parede para aspirar e tratar o buraco que está por trás com um produto residual;

 

Os interruptores, tomadas elétricas, etc, devem ser retirados, aspiradas e tratados os buracos na parede com um produto residual;

 

Aplicação: Fendona | 5ml / L

Fonte: Coprate, BASF

 

 

Equipamentos:

 

Pulverizador;

Meia Máscara Reutilizável;

Óculos de Proteção;

Luvas de Nitrilo;

Fato de Proteção